Arteterapia

A SIMBOLOGIA DO ELEMENTO FOGO NA ARTETERAPIA E TÉCNICA APLICADA

“ Fogo é emoção. Onde não há emoção não há vida. A emoção é o veículo da consciência, não há desenvolvimento da consciência sem emoção”.( VONFRANZ,1985,p.222)

Através das emoções são registrados os primeiros sentimentos que formam os pensamentos e desencadeiam as ações. Por isso ela é o veículo da consciência como Von Franz conceitua. Ela faz a vida pulsar, é o combustível do amor, da paixão e da dor. Nelas estão armazenadas as memórias sensoriais muitas vezes esquecidas, guardadas no inconsciente. A arteterapia proporciona a experiência de vivenciar o resgate de emoções com atividades artísticas de produção simbólica que ampliam o olhar para a transmutação. Traz aspectos de luz e sombra, de clareza e ignorância sob o inconsciente.

“O processo de amplificação simbólica bem desenvolvido integra linguagens plásticas e materiais expressivos diversos, e além destes instrumentos, um olhar atento ao “rastreamento cultural” na procura de pistas e registros de sentidos arquetípicos e universais do símbolo pesquisado em referências diversas: na cultura ancestral, em mitos, contos de fadas, lendas, fábulas, manifestações folclóricas, tradições religiosas e iniciáticas, história da arte e iconografias de diferentes povos.”(PHILIPPINI, ANGELA,2018,p.17)

Aflorando habilidades e potencialidades adormecidas internamente. Abrindo novos caminhos trazendo o esperançar pela vida e novas realizações. Uma das técnicas usadas para o elemento fogo na arteterapia é a queima de velas coloridas sobre um vidro incolor. A queima, a transformação do material refletem a necessidade do rito de transmutação, o encantamento que o fogo exerce sobre o olhar é a semente lançada para o crescimento de uma árvore firmada em bases renovadas e purificadas que embebecem suas raízes em águas cristalinas .A proposta é de integrar as emoções internas escondidas, trazendo nos coloridos das velas derretidas a diluição das emoções e a luz ao entrar pela transparência do vidro ser um catalisador para a transmutação das emoções. Para execução dessa técnica é necessário que o vidro esteja cheio de água para que ao escorrer sobre sua superfície externa as gotas das velas coloridas quentes, ele não estoure.

O elemento fogo traz em si o movimento, o encontro com sagrado. O encontro do material com o espiritual. É representado na alquimia como processo químico da calcinação para purificação. O fogo da Calcinatio que transforma a matéria negra em branca. Nos mitos cristãos, gregos e nos ritos de passagem é encontrado como purificador, regenerador e símbolo de renascimento. Segundo CHEVALIER EGHEERBRANT,1998,p.440, seu princípio é antagônico, purificação pelo fogo complementar à purificação pela água.

À medida que a luz do fogo ilumina o pensamento o autoconhecimento é revelado proporcionando aceitação, cura interior e saúde mental.

Arteterapeuta Trícia Penna, AATESP 494/0319

Referências Bibliográficas

Philippini,Angela. Linguagens, materiais expressivos em arteterapia: uso, indicações e propriedades.-2 ed.-Rio de Janeiro: Wak Ed., 2018Jung,

Carl. O Homem e seus Símbolos. 3 ed.-Rio de Janeiro: HarperCollins,pg.328,2020.

Tommasi, Sonia Bufarah e Soares, Lucia Fernanda Misse. O Herói Nos Mitos Gregos em Arteterapia e Educação.- Rio de Janeiro: Wak Ed.,pg.53, 2015

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.