Arteterapia

ARTETERAPIA E A PINTURA

“Eu pinto flores para que elas não morram
Frida Kahlo

No processo arteterapêutico, a pintura é uma atividade que convida à liberação de emoções. Ela permite o mergulho na subjetividade e o acesso a conteúdos sombrios que vêm à tona e são expostos no trabalho. Esse contato com a subjetividade permite ao cliente agilizar seu processo de cura e concretizar conteúdos de seu inconsciente. Isto é, podem emergir sentimentos como medo, prazer, depressão, raiva, tristeza, equilíbrio, alívio entre outros que, projetados no trabalho, poderão ser reintegrados à consciência.

É importante que a atenção do arteterapeuta esteja voltada para as emoções ou sentimentos que a pintura suscita em seu cliente enquanto executa sua obra pictórica para que possa auxiliá-lo nesse processo de reintegração.

Para o desenvolvimento da atividade de pintura em uma sessão de Arteterapia, vários materiais podem ser utilizados como guache, anilinas, colas coloridas, aquarela, tintas acrílicas e a óleo e tendo como suporte papel, tela, tecido, madeira e outros.

O arteterapeuta pode propor o material a ser usado pelo cliente, levando em consideração o processo que este apresenta. Assim, o guache é um material muito fácil de lidar, ajustando-se à coordenação motora do indivíduo e suscitando a regressão. Diferentemente da aquarela que é um material complexo: a técnica é interessante para efeito de luz ,sombra e transparência, mas não permite a correção de detalhes. Ela possibilita aceitação e convivência com as dificuldades pessoais, além do contato com a delicadeza. Já a tinta acrílica e a óleo exigem maior técnica e podem originar obras com grande intensidade afetiva.

Outro aspecto consiste em que a técnica da pintura oferece dificuldades para a representação do mundo real, e isso promoverá a experiência do constante enfrentamento das suas próprias limitações. Isso é muito interessante, visto que estamos lidando todo o tempo com novos desafios. Viver é um grande desafio. Saber lidar com o novo nos encarrega todo o tempo a lutar pela adaptação constante e tentar obter uma visão ampla e percepção sagaz. No mais, é deixar fluir… (MACIEL.2012.p.91/92).

A pintura, portanto, é importante técnica para Arteterapia, pois auxilia o cliente a enfrentar e ressignificar emoções contidas além de possibilitar a cura necessária para a integração do ser.

“Em pintura pode-se experimentar tudo. Tem-se mesmo esse direito. Com a condição de nunca se recomeçar”

Pablo Picasso

 

Maria da Graça Alves Cardoso

Registro na AATESP: 731/0121

 

Bibliografia

CIORNAI, Selma. Percursos em Arteterapia.vol.1. São Paulo: Summus,2004.

SEI, Maíra Bonafé. Arteterapia e Psicanálise. São Paulo: Zagodoni Editora,2011.

SEIXAS, Larissa Martins in Diálogos criativos entre Arteterapia e a Psicologia Junguiana. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2012.

Site
https://www.pensador.com › frases. Frases sobre Pintura Pensador. Visto em

 

 

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.