Arteterapia

ARTETERAPIA E DEPRESSÃO

Nos mais variados estudos podemos notar o quanto a arte tem contribuído para a qualidade de vida do ser humano. Ouvir uma boa música, assistir um bom filme ou uma peça teatral, fazer um desenho, pintar uma tela, tem auxiliado muitos pacientes que carregam em si as mais diversas formas de sofrimento psíquico. A depressão é considerada hoje como o” mal do século” e a união da psicologia com a arte tem sido fundamental para a melhora de pacientes que se encontram com esse “mal”.

Para Carl Gustav Jung (1875-1961), esta união da ciência psicológica com a arte  é tão rica e ao mesmo tempo inexplicável, a ponto de podermos classificar como um maravilhoso mistério que proporciona ao ser humano uma grande evolução.

Segundo os apontamentos da OMS – Organização Mundial da Saúde, a depressão tem alcançado cerca de 340 milhões de pessoas e causa 850 mil suicídios por ano em todo o mundo. No Brasil, esses dados também são preocupantes, pois trata-se de 13 milhões de depressivos. Podemos afirmar que nenhum ser humano está livre de sofrer este mal. A depressão pode afetar crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos de toda e qualquer condição social.

Na linguagem do senso comum, isto é, linguagem usada pela população de um modo geral, o termo depressão é utilizado como sinônimo de tristeza ou luto, e isso pode causar dificuldades no processo de reconhecimento da doença por pacientes, familiares e até mesmo por profissionais da saúde.

Estudos sobre o Transtorno Depressivo maior nos revelam que uma das piores consequências dessa doença é o suicídio. Quando o atentado à própria vida acontece, ficam marcas totalmente dolorosas e profundas nos familiares e amigos, que dificilmente serão superadas.

O ato de suicidar-se ocorre quando o ser humano não acredita em uma possível solução para o seu sofrimento presente e, completamente domado pela desesperança, que acredita não ter fim, limita a sua vida, imaginando que através da morte será liberto de tamanha dor.

A Arteterapia que consiste na expressão artística para revelar o mundo interior, tem sido uma ferramenta fundamental para o reencontro desse paciente com o próprio eu e tem apresentado um excelente resultado. Através das manifestações criativas durante as sessões é possibilitado para o paciente um caminho para a liberação de conteúdos internos que causam conflitos psíquicos, proporcionando o alívio do sofrimento mental. Através do encontro com sua psique inconsciente o paciente pode encontrar força moral necessária para enfrentar os sofrimentos inerentes à sua própria vida.

A expressão artística relacionada com a prática da psicoterapia pode ser trabalhada individualmente ou em grupos, em instituições públicas e privadas, tais como, escolas, hospitais, centros educativos e muitos outros, proporcionando dessa maneira, o   auxilio às crianças, adolescentes, adultos e idosos que necessitam do resgate do seu bem-estar físico, social e emocional.

A Arteterapia tem como principal objetivo avivar a mais profunda expressão do ser humano: a criatividade. Nossa potencialidade criativa nos torna seres divinos. A arteterapia é como um reflorescimento, um novo despertar que nos proporciona a abertura de novos horizontes.

CONHEÇA O CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM ARTETERAPIA DO INSTITUTO FREEDOM:

Quer saber mais sobre o nosso curso de pós graduação em arteterapia? Saiba mais informações no link abaixo:

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.